Cauterização capilar, o que é e para que serve? Saiba mais sobre.
alto stima,alto estima,auto stima,auto estima,capilar,cabelo,cabelos,tricologia,tricologista,Sandra Assis Maia,Alopecia,Saúde,Saúde Capilar,saude,Alopecia Androgenética,Alopecia Areata,SCA,Sistema Capilar,Tratamento contra queda,Hair,Implante Capilar,Efluvio Telógeno,Doenças Capilares,careca,calvo,queda de cabelo,tricoscopia,terapia ortomolecular,ortomolecular,Especialista em cabelos,Saude do cabelo,cabelos caindo, tratamento de queda de cabelo,calvice
17447
post-template-default,single,single-post,postid-17447,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,overlapping_content,transparent_content,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge (child),wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Sabe o que é cauterização capilar e para que serve?

A Cauterização Capilar tem sido constantemente um motivo de dúvidas para aquelas que querem fortalecer e recuperar a saúde dos fios danificados.

Quem gosta de cuidar bem dos cabelos sabe que existe uma série de tratamentos no mercado – e que muitos deles não oferecem nem metade dos resultados prometidos. No entanto, um que já se firmou como um dos mais eficientes é queratinização ou cauterização capilar. O procedimento recupera os danos dos fios causados, principalmente, pelo excesso de química. Mas afinal, o que é cauterização capilar? Saiba agora tudo sobre o assunto e descubra se ele serve para o seu caso.

 

O que é cauterização capilar, um tipo de reconstrução?

Sim, isso mesmo. A cauterização capilar fecha a estrutura dos fios acabando com o frizz, reduzindo o volume e promovendo a hidratação e o brilho dos fios. Ela atua mesmo nos cabelos mais sensibilizados, devolvendo a maciez e diminuindo a quebra dos fios e as ponta duplas.

Isso acontece porque a cauterização capilar é uma reposição de queratina, a proteína natural responsável que estrutura o fio e que pode ser perdida devido ao excesso de exposição solar, ao cloro, à poluição e aos produtos químicos dos próprios tratamentos e tinturas. Quando a queratina é perdida os cabelos ficam fragilizados, com aparência ressacada e a quebra dos fios é mais frequente. Uma das vantagens é que esse tratamento não tem qualquer tipo de contraindicação para mulheres grávidas.

 

Aplicação de queratina é feita em 4 etapas

Agora que você já sabe o que é cauterização capilar, veja como ela é aplicada, já que o processo de aplicação pode variar de acordo com o profissional e o kit utilizado, o que pode gerar algumas dúvidas. De forma geral , no entanto, ele é realizado em 4 etapas. Na primeira delas é feita uma limpeza profunda dos fios.

Os cabelos são lavados com shampoo anti-resíduo para remoção de qualquer vestígio de poluição, sujeira ou produtos químicos. Assim as cutículas ficam abertas para receber a queratina. Na segunda etapa o excesso de água é retirado com uma toalha e a queratina é aplicada em conjunto com um selante. Ela deve agir durante cerca de 10 minutos.

Na terceira etapa da cauterização, o produto é retirado com água abundante para, na quarta etapa, havrer o aquecimento dos fios para a penetração do produto. Isso é feito com escova e chapinha térmica em mechas que devem ser alisadas entre 5 e 6 vezes. É essa fonte de calor que melhora a absorção da queratina, quebrando as moléculas do produto.

Dependendo do produto utilizado, há quem recomende nova lavagem dos fios após a chapinha para retirada do excesso de queratina ou a permenência do produto por alguns dias. Após o procedimento, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados com os cabelos. Um deles é não usar shampoo de limpeza profunda ou com ação anti-resíduo, reduzir o número de lavagens e utilizar produtos específicos para abelos quimicamente tratados.

Cauterização capilar alisa os cabelos?

Para que os cabelos possam recuperar a saúde capilar, também é recomendado que nenhum outro tipo de procedimento seja feito após a cauterização, como tinturas ou alisamentos. Durante alguns dias após a cauterização os fios podem ficar um pouco mais lisos que de costume graças ao efeito reparador e altamente hidratante da queratina, mas na verdade o que é cauterização capilar faz é apenas remover o frizz, mas não muda a estrutura dos fios. O efeito liso, portanto, conseguido também por causa da chapinha térmica, tende a desaparecer após algumas lavagens, mas o brilho e a maciez permanecem.

Há casos em que o procedimento é utilizado para alisar os fios, mas, na verdade o que está sendo feito é uma escova progressiva. Isso porque, nesse caso, os produtos usados além da queratina têm também formol ou substâncias com efeito semelhante que alisam o cabelo e alteram a sua estrutura.

 

O que é cauterização capilar, a mesmo coisa que hidratação?

Não, os procedimentos são diferentes, ainda que a cauterização capilar promova uma certa hidratação nos fios. Na verdade, eles devem ser tratamentos complementares, até porque o ideal é que a hidratação faça parte da rotina para a saúde capilar. De acordo com o estado dos cabelos, a hidratação pode ser feita até duas vezes por semana para repor a água perdida pelos fios por conta dos agentes externos e processos químicos em geral.

Já a cauterização é um procedimento muito mais profundo, que reconstrói as fibras capilares danificadas no dia a dia. No entanto, cuidado com os excessos: queratina demais pode deixar os fios endurecidos. De modo geral, cabelos tratados quimicamente podem fazer cauterização capilar uma vez por semana, mas cabelos virgens apenas uma vez a cada 30 dias.

E você, gostou de saber o que é cauterização capilar? Já havia feito alguma vez? O que achou? Conte para a gente a sua experiência!

Veja também estes outros artigos